NUPPS

Equipe

Guilherme Cunha Werner

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | Currículo Lattes

Guilherme Cunha Werner  é Professor do Programa de Pós-Graduação da Escola Superior de Polícia (CESP/ANP/PF) desde 2009 e do Curso de Formação Profissional da Academia Nacional de Polícia (CEP/ANP/PF) desde 2008, Bacharel em Ciências Econômicas (1989) e Direito (1991) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Mestre (2005) e Doutor (2009)  em Ciência Política pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), Pós-doutorando no Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (FD/USP). Membro do corpo editorial das publicações: Revista Brasileira de Ciências Policiais, Revista Brasileira de Segurança Pública e Cidadania e Revista de Direito de Polícia Judiciária. É Delegado de Polícia Federal aposentado (2003-2016) e foi Delegado da Polícia Civil do Estado de São Paulo (1994-2002).

Linha de pesquisa: Instituições, Democracia e Corrupção.

 

Principais publicações na área de pesquisa: 

- Cleptocracia: Corrupção Sistêmica e Criminalidade Organizada. In Criminalidade Organizada: Investigação, Direito e Ciência. Portugal: Almedina 2017, pp.06-45, no prelo

- Teoria Interpretativa das Organizações Criminosas: Conceito e Tipologia. In: Organizações Criminosas Teoria e Hermenêutica da Lei n.º 12.850/2013. Ed. Nuria Fabris. pp.22-44

 - Isenção Política na Polícia Federal: A autonomia em suas dimensões administrativa, funcional e orçamentária. In: Revista Brasileira de Ciências Policiais. Brasília, v.6, n.º 2 Jul/Dez 2015 pp.11– 58. Disponível em: https://periodicos.pf.gov.br/index.php/RBCP/article/view/383/247

- Aspectos inconstitucionais do Controle Externo da Polícia Judiciária. In Revista de Direito de Polícia Judiciária. Brasília V.1 n.º1 Março 2017 pp. 59 – 80. Disponível em: https://periodicos.pf.gov.br/index.php/RDPJ/article/view/471/279

- Art.2º § 5º A remoção do Delegado de Polícia dar-se-á somente por ato fundamentado. In: DEZAN, Sandro Lúcio. PEREIRA, Eliomar da Silva.. (Org.). Investigação Criminal Conduzida por Delegado de Polícia: Comentários à Lei n.º 12.830/2013. 1ed.Curitiba - Paraná: Juruá Editora, 2013, v. 1, p. 159-175.

 

Livro

Revista Brasileira de Ciencias Policiais RBCP 1 Texto  Texto 
 Texto

Texto
Texto    
        
 

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | Currículo Lattes

adrian albala

Adrián Albala Possui doutorado em Ciência Política - Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3 (2013). Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Governo, Sistemas políticos comparados, coalizões, representação política e sociedade civil.

 

 

 

Linha de pesquisa: 

 

 

 

 

Principais publicações na área de pesquisa: 

 

Em atualização

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | Curriculo lattes 

gabriel fot

 

Gabriel Bento Madeira - Possui graduação em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012), mestrado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2015) e é atualmente doutorando pela mesma universidade. Pesquisador do Núcleo de Estudos Comparados e Internacionais (NECI) da Universidade de São Paulo, pesquisador do Centro de Estudos em Política e Economia do Setor Público (CEPESP) da Fundação Getúlio Vargas-São Paulo e pesquisador do Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas (NUPPs) da Universidade de São Paulo. Trabalhou como professor de Relações Internacionais na Escola Morumbi e em projetos de pesquisa sobre o impacto de agências internacionais sobre política doméstica, apoio popular a integração regional, economia internacional e eleições. Como aluno no Departamento de Ciência Política da USP, fez estágio docente nas disciplinas de métodos quantitativos no curso de graduação em Ciências Sócias e no curso de pós-graduação em Ciência Política. No doutorado, desenvolve pesquisa sobre o efeito da globalização e da insegurança econômica sobre o comportamento político na América Latina.

 

 

Pedro Henrique dos Santos Malafaia

Formado em Ciências Sociais pela UFRJ (2008), é mestrando do curso de Ciência Política da USP (turma de 2013). Foi analista de projetos culturais na Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro na Superintendência da Lei de Incentivo e técnico cultural nas organizações sociais de cultura Poiesis e ASSAOC no projeto das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo. Estagiou durante dois anos (por projeto) no Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular.
Atualmente é pesquisador do Museu da Imigração do Estado de São Paulo, instituição da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.
Tem como tema de pesquisa no mestrado as organizações sociais de cultura do Estado de São Paulo com foco em políticas culturais e na administração pública.








SITES:

PRINCIPAIS ARTIGOS:
1 - NETTO, J. V. R., BITTENCOURT, L. N., MALAFAIA, P.
Cultural policy through social organizations in brazil: expanding the quality of democracy? In: 6th International Conference on Cultural Policy Research, 2012, Barcelona.
6th International Conference on Cultural Policy Research Proceedings. , 2012.
2 - NETTO, J. V. R., BITTENCOURT, L. N., MALAFAIA, P.
Políticas culturais por meio de organizações sociais em são paulo: expandindo a qualidade da democracia? In: Seminário Internacional de Políticas Culturais, 2012, Rio de Janeiro.
Anais do III Seminário Internacional de Políticas Culturais. , 2012.
Luciano Ramos Doutorando no programa de Pós-Graduação em Multimeios da Unicamp - IAR. Possui bacharelado e licenciatura em Ciências Sociais (FFLCH) pela Universidade de São Paulo (1971) e graduação em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Paulista (1982). Desenvolve pesquisa acerca de aspectos políticos e econômicos na história do cinema brasileiro, tomando como foco a trajetória do produtor e distribuidor Oswaldo Massaini. Atualmente é diretor e apresentador do programa Cinema Falado - Rádio USP, da Universidade de São Paulo e professor na Fundação Armando Álvares Penteado, na área de pós-graduação. Foi secretário adjunto de Política Cultural e Chefe do Gabinete do Ministério da Cultura entre 1995 e 2001. Editor chefe da Revista História Viva, da Editora Duetto (2004) e da Revista Educação, da Editora Segmento (2005). Foi editor chefe do "Guia de Filmes e Vídeo" da Abril Cultural, nos anos 1990. Foi crítico de cinema da Folha de São Paulo, nos anos 1980, e do Jornal da Tarde, nos anos 1970. Na TV Cultura e Arte do MinC, produziu e dirigiu as séries de programas sobre artes cênicas “Cena Aberta” (1999) e “Teatro na TV” (2002). Na TV Cultura, dirigiu e apresentou os programas "Última Sessão de Cinema", "Imagem & Ação" e "Cine Brasil". Autor das minisséries "Avenida Paulista", "Moinhos de Vento" e “A Padroeira”, na Rede Globo. Co-autor da novela "Champanhe", na Rede Globo. Chefe do Departamento de cinema da Rede Bandeirantes (1992-1995). Autor do livro "Os Melhores Filmes Novos" (Editora Contexto - 2009) do blog http://programacinemafalado.blogspot.com. ###Principais artigos - RAMOS, L. V. F. “Como explicar o ímpeto do documentário musical brasileiro?” in Revista Doc on line número 12: http://www.doc.ubi.pt/12/dt_luciano_ramos.pdf - RAMOS, L. V. F. “A contradição entre ideologia e verdade”. In: Angela Prudenzi; Elisa Resegotti. (Org.). Cinema Político Italiano - anos 60 e 70. Cinema Político Italiano - anos 60 e 70. São Paulo: Cosacnaify, 2006, v. 1, p. 248-251. - RAMOS, L. V. F. “Cinema - o que você precisa ver”. In: Jaime Pinski; Eleonora Mendes Caldeira. (Org.). Cultura & Elegância. Cultura & Elegância. São Paulo: Contexto, 2005, v. 1, p. 101-115. - RAMOS, L. V. F. “Pixote a Lei do Mais Fraco”. In: Amir Labaki. (Org.). O Cinema Brasileiro. São Paulo: Publifolha, 1998, v. , p. 130-133. - RAMOS, L. V. F. Francisco Weffort . “Cinema Brasileiro - Os Filmes: A retomada”. In: Francisco Weffort; Marcio Souza. (Org.). Um Olhar sobre a Cultura Brasileira. Um Olhar sobre a Cultura Brasileira. Brasília: Ministério da Cultura, 1998, v. 1, p. 103-120. - RAMOS, L. V. F. “O Poder do Documentário Musical”. Revista Reserva Cultural, São Paulo, p. 22 - 27, 01 mar. 2011. - RAMOS, L. V. F. “O estado e o poder político no cinema atual”. MSG - Revista de Comunicação e Cultura, São Paulo, p. 50 - 53, 10 jan. 2011. - RAMOS, L. V. F. “Brasil: verdade ou ficção?” Revista E - número 6 - ano 16, São Paulo, p. 39 - 41, 02 dez. 2009. - RAMOS, L. V. F. “Cinelândia nipônica na Liberdade”. Revista da Folha de São Paulo, São Paulo, p. 10 - 10, 29 nov. 2009. - RAMOS, L. V. F. “Uma ponte para o cinema dos anos 1980: a história dos filmes para a juventude”. In: II Seminário Histórias de Roteiristas - Arte e Comunicação na era dos Roteiristas, 2011, São Paulo. II Seminário Histórias de Roteiristas - Livro de Atas. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2011. v. 01. p. 81-90. - RAMOS, L. V. F. “Filmes paulistanos - histórias que só poderiam acontecer em São Paulo”. In: Ciclo Semiótica Cinema e espaço urbano, 2011, São Paulo. Ciclo Semiótica Cinema e espaço urbano. São Paulo: CPS - Centro de pesquisas sociossemióticas da PUC - SP, 2011. v. 1. p. 9-11. ###Livros Capa_high capa_livro_Histria capa_livro_Histria_2 CAPA_MELHORES_FILMES_IMPRENSA capa_frente
Currículo Lattes | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Andrés Mantecon Ribeiro Martano Estudante do curso de engenharia de computação da USP - São Carlos. Durante o curso participou do grupo de desenvolvimento e jogos da USP - São Carlos: FoG. Estagiou também em um núcleo de desenvolvimento de software livre na mesma cidade, o Laboratório Macambira.

Possui algumas produções próprias de software livre no GitHub.

facebook

Copyright © 2017 - NUPPS.

 

 

Desenvolvido por webprisma