NUPPs

Blog

Comentário para a Folha, publicado dia 06/10/2011

A posição do Brasil no cenário do ensino superior mundial

A equipe responsável pelo ranking produzido pelo suplemento Times Higher Education devotou um ano para coletar dados sobre um número imenso de instituições. Evidentemente, pode-se esperar algumas distorções decorrentes de erros ou maior ou menor precisão dos dados informados por essa ou aquela instituição. Entretanto, o ranking aponta com relativa precisão as instituições que
disputam os primeiros lugares na escala de prestígio acadêmico internacional. Não há surpresas.

Uma questão diferente é se essa metodologia é adequada para classificar todas – ou quase todas – as universidades do mundo, pois os indicadores necessários para distinguir quem é quem entre os primeiros da lista, não funcionam para as últimas posições. Por analogia, imagine uma classificação da riqueza que considere indicadores como a propriedade de iates, carros de luxo, etc...Para classificar os mais ricos, essas informações podem ser boas, mas não para os demais. Esse é um problema inevitável dos rankings dessa natureza: o que eles ganham em precisão no topo da lista, necessariamente perdem à medida que se aproximam da “lanterna”.

Leia mais:Comentário para a Folha, publicado dia 06/10/2011

La Vanguardia: Una investigación demuestra que los medios no propician la desafección política

J. L. Micó

Los votantes españoles apenas se dejan influir por los medios de comunicación a la hora de participar activamente en la vida política o de hacer todo lo contrario y mostrarse desafectos. A pesar de los debates sobre este asunto que entablan a menudo teóricos y profesionales, las informaciones que, por ejemplo, aparecen en la televisión o en la prensa no consiguen movilizar a los electores.

Leia mais:La Vanguardia: Una investigación demuestra que los medios no propician la desafección política

Voto Distrital ou Voto Proporcional?

A serviço de quem?

As prerrogativas do Estado de Direito autorizam os governos democráticos a impor o sigilo de suas ações à sociedade que representam? Admitindo-se, como quer o governo da presidente Dilma Rousseff, que algum sigilo possa se justificar, quais são seus limites? A segurança do Estado (e das suas autoridades) pode contrariar os direitos fundamentais de informação e de transparência que a democracia assegura aos seus cidadãos? E, em caso de sigilo de matérias que envolvam o uso de recursos públicos, a quem cabem as tarefas de fiscalização e de controle para se evitar os riscos conhecidos de corrupção e fraude?

Leia mais:A serviço de quem?

A liberdade que nos une

Ivan Marsiglia, de O Estado de S.Paulo

Na mesma data em que a Organização das Nações Unidas (ONU) celebrava o Dia Internacional da Democracia, essa quinta-feira, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o premiê britânico, David Cameron, erguiam desajeitadamente os braços do líder rebelde Mustafa Abdul Jalil em Benghazi, na Líbia, anunciando um futuro de liberdade e progresso após a queda do ditador Muamar Kadafi.

Assim será? Os rebeldes estão prontos para traduzir os anseios da população líbia? E como fica a situação da Síria e de outras nações do Oriente Médio e do Norte da África que se insurgiram na chamada "primavera árabe"? Estarão as grandes democracias ocidentais dispostas a colaborar, respeitando a soberania nacional, nesse processo emancipatório - sem esquecer, como disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em sua mensagem comemorativa, que "a democracia não pode ser exportada ou imposta de fora, ela deve ser gerada pela vontade das pessoas e alimentada por uma sociedade civil forte e ativa"? O mundo atual caminha de fato na direção da livre manifestação do pensamento, das liberdades civis e dos direitos políticos? Como anda a qualidade da democracia no Leste Europeu, na Ásia, na América Latina e, em especial, no Brasil?

Leia mais:A liberdade que nos une

dsc06711.jpg

Parceiros

NUPPs

Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas da USP

Rua do Anfiteatro, 181 - Colméia, favos 9 e 21 - Cidade Universitária - S. Paulo - SP - CEP: 05508-060

Tels.: (55 11) 3091.3272 / 3091.3271 / 3091.3353 - 3091.3186 - Fax: (55 11) 3091.3157

e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.